projeto terapêutico

  1. A rotina de tratamento compreende internação inicial na enfermaria de agudos, com vigilância 24 horas por dia e enfermagem diária. É realizada avaliação do estado geral de saúde e acompanhamento regular dos sinais vitais.
  2. Após o período de risco avaliado, na enfermaria de agudos, o paciente entra na rotina com duração prevista de 06 meses, na modalidade comunidade terapêutica - modelo baseado em Maxwell Jons e Charles Dederich (Syananon/1958) e David Deith (Day-Top/1963). Esse modelo tem como objetivo a criação de uma microssociedade, onde a vida e a dinâmica de grupo são utilizadas para analisar o comportamento individual e coletivo, sendo o ponto central do processo de tratamento, permitindo o acompanhamento intensivo, através do qual se torna possível observar e intervir na relação entre o discurso e o padrão natural de comportamento do dependente químico/ alcoólico.
  3. A rotina compreende psicoterapia individual, psicoterapia de grupo, grupos de autoajuda (NA/AA), estudos da dependência química, atenção psiquiátrica, atenção psicológica, atenção de enfermagem, reuniões de espiritualidade, laborterapia, vídeoterapia e atividades recreativas / esportivas, conforme cronograma abaixo:

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES DA UNIDADE DE TRATAMENTO

7h00

Despertar

7h30

Café da manhã

8h10

Reunião – Espiritualidade*

9h00

Laborterapia*

10h00

Atividades Físicas (caminhadas, natação, futebol)

11h30

Reunião – Reflexão Só Por Hoje*

12h00

Almoço

13h00

Descanso

14h10

Reunião – 12 Passos ou estudos de DQ*

16h00

Café da Tarde

16h30

Banho

18h00

Reunião – Partilha de Sentimentos*

19h00

Jantar

20h00

Livre (televisão – filme ou jornal)

22h00

Recolher

Reunião de Espiritualidade

Visa o despertar espiritual e independe de credo religioso. Adotando o estudo de textos de livros sagrados e canção de louvor, os residentes podem encontrar seu equilíbrio espiritual e buscar um instante de paz e relaxamento.

Laborterapia

O desenvolvimento desta atividade tem como objetivo principal o fortalecimento da convicção de "pertencer" à microssociedade criada dentro da clínica. Neste contexto, cada paciente possui seu lugar, suas responsabilidades e comprometimento com o bem estar coletivo, favorecendo o desenvolvimento das habilidades relacionadas à responsabilidade e manutenção de rotina.

Reuniões de Passos (Narcóticos Anônimos e Alcoólicos Anônimos)

Esta atividade tem como base a literatura utilizada nos grupos de autoajuda "Narcóticos Anônimos/ Alcoólicos Anônimos". É um dos programas de maior sucesso no tratamento da dependência química. Idealizado por alcoólatras, este programa prioriza a ajuda que um dependente pode oferecer a outro dependente em busca de reabilitação. A troca de experiências vividas leva à reflexão e à busca conjunta de soluções que viabilizem a manutenção da abstinência. Ao final do período de internação, os pacientes são orientados a continuar nestes grupos com o objetivo de dar manutenção ao processo de recuperação.

Reuniões "Só Por hoje" (Narcóticos Anônimos e Alcoólicos Anônimos)

Esta atividade tem como base a literatura utilizada nos grupos de autoajuda "Narcóticos Anônimos/ Alcoólicos Anônimos". Tem como objetivo estimular a reflexão diária de aspectos da doença da dependência química, bem como os aspectos da recuperação e o processo contínuo necessário para a manutenção da sobriedade.

Reuniões de Partilha de Sentimentos

Esta atividade tem como objetivo principal estimular os pacientes a expressarem verbalmente suas dificuldades diárias, seus sentimentos e pensamentos, evitando que o acúmulo destes possa levar a processos comportamentais negativos para a recuperação. Através desse exercício, os pacientes aprendem a compartilhar, receber e aceitar ajuda através da experiência e vivencia de outros.

 Estudos de Dependência Química (DQ)

Os estudos de DQ levam o paciente a compreender melhor sua doença, quais são as áreas afetadas e quais os riscos decorrentes do uso de drogas. Promove a informação sobre as consequências do uso das drogas nos aspectos biológicos, psicológicos, físicos, social, emocional, profissional, etc. Tem como objetivo primário aumentar o nível de consciência sobre as conseqüências, e secundário de tornar cada paciente um multiplicador de informações, capacitando-os para atuar junto a suas comunidades, família e empresas.

Praticas Esportivas e de Lazer

As atividades físicas têm por objetivo criar equilíbrio com as atividades racionais que exigem concentração, expressão verbal e intelectual. A atividade esportiva é a grande aliada no processo de desintoxicação, pois possibilita a eliminação das substâncias psicoativas do corpo.